21 de nov de 2011

.:FAÇA SUA DOAÇÃO:.

Pois é... depois de divulgada a campanha, é hora de colocar a mão nos livros!
Já consegui conversar com algumas escolas e pegar algumas listas na cidade de Formiga. Estimo receber 300 livros (vejam que estou modesta com os números).

Agora, vamos colocar  o plano em prática!


Para não bagunçar, haverão 2 endereços para coleta: um em Formiga e um em BH!

Então, seguinte:

vocês podem fazer a doação pessoalmente e, na hora da entrega, escolher o nome do sortudo que ganhará seu livro e sua cartinha, ou... vocês podem mandar o livrinho pelo correio para qualquer um dos endereços!

E quais os lugares? Bom, ou na casa desta que vos escreve ou na casa da mãe desta!

Ah, você não sabe o endereço? Então, aqui vai: envie um email para lima_leao@yahoo.com.br . Não precisa nem escrever nada! Basta colocar no assunto QUERO DOAR EM FORMIGA ou QUERO DOAR EM BH, e eu prontamente enviarei o endereço que queres!

Pode entregar pelo correio? Pode sim, chérie! Mas atenção: a cartinha é muito importante. Ela é o "carro-chefe" do presente. A criança vai perceber que não é somente a escola que ganha livros. Ela também ganha. E aquele livro que ela está ganhando já mudou a vida de alguém... e pode sim, mudar a vida dela!
As doações feitas pelo correio serão colocadas em separado, e o doador receberá um email posterior informando o nome do aluno sortudo!

Portanto, mãos aos livros!!!! Ahhhh! O prazo para entrega é até dia 10 de dezembro, ok?

Faça sua parte neste natal. DÊ CULTURA, DÊ UM LIVRO!

19 de nov de 2011

.:Vamos fazer nossa parte nesse Natal? Dê cultura, dê um livro:.

Eu estou aqui com minhas idéias quase explodindo na cabeça. E estou matutando sobre o Natal e as crianças. Todo mundo gosta de doar brinquedos... Mas vamos fazer melhor esse ano??? Vamos colocar as pequeninas cabeças pensantes pra funcionar?

Voltando à minha infância e adolescência, eu lembro que fui a maior ladra de livros da história. Não, não quero incentivar ninguém a cometer furtos ou roubos qualificados! Só quero mostrar um comportamento (bizarro, lúdico e eficaz) que eu tinha: lá ia eu passear na casa das amigas... Já repararam que na casa de quase todo mundo tem uma estante com livros jogados, entulhados, empoeirados e cheios de traça? Pois é... eu via aquelas estantes, chegava perto e ficava admirando as obras... eu já vi muitas pérolas como Machado de Assis, Guimarães Rosa, Clarice Lispector... eu perguntava "nossa, você já leu esses livros?" e a resposta que eu sempre recebia "Ah, isso é do meu avô. Tá aí, jogado... ninguém nunca leu. Só serve pra ocupar espaço". Ai, que revolta me dava! Isso já aconteceu com vocês?



Pois é, mas era só a pessoa ir tomar uma água que eu "pimba"! Colocava o livro que eu considerava mais especial dentro da bolsa e ia pra casa feliz da vida. Lia o livro como o maior tesouro que eu pudesse ter roubado... O primeiro livro (nunca vou esquecer) foi ÓPERA DOS MORTOS, do Autran Dourado. Eu tinha 12 anos quando cometi o primeiro furto. Nossa, que literatura fantástica! E ele estava caquético quando eu peguei... mas foi só adentrar na minha bolsa que ele praticamente criou vida e ficou FANTÁSTICO! 

Depois desse livro, muitos entraram na minha bolsa. E sabe o mais engraçado? Ninguém nunca chegou a comentar que perdeu um livro!!!

Agora estou aqui pensando... que tal tirarmos os livros velhos do armário????

Vejam só a minha idéia!



Todos nós sabemos que a média salarial de um brasileiro é baixa. Muitos pais tem que sustentar uma família com apenas um salário mínimo. E quanto custa um livro? CARO... MUITO CARO, MEU CARO! O pai, claro, vai gastar com alimentaçao, saúde, contas do dia-dia, e não sobra nada para a cultura! Mas não é culpa dele e sim do sistema...

Então... vambora fazer alguma coisa!

Qual o plano infalível??? Vocês já repararam que nós sempre doamos para as campanhas de agasalhos, livros, alimentos, e nunca procuramos saber como as pessoas receberam ou reagiram? Coisa feia da nossa parte...
E quando doamos livros para as bibliotecas... Não seria melhor doá-los para as próprias crianças? Porque assim, eliminamos a idéia de que só a escola pode ganhar livros!
Então, seguinte, povo de FORMIGA: escolham uma escola (de preferência municipal) e uma turma de alfabetização (acho que 6, 7 anos). Conversem com a diretora se o nosso plano pode ser colocado em prática lá! Se sim, ótimo! Tem uma escolinha bonitinha perto da lagoa, acho que lá é um bom lugar! Então... Peçam para a diretora deixar uma lista com o nome dos alunos da série escolhida com o porteiro da escola.
Depois disso, você vai na SUA estante velha e cheia de mofo e vai escolher um livro INFANTIL (peloamordedeus, não me venha com O VENENO DO ESCORPIÃO).  Depois da escolha, você vai escrever uma cartinha para uma criança contando por que aquele livro te marcou, e por que ela merece ganhá-lo! Cole a cartinha no livro e deixe na portaria da escola. Não esqueça de colocar o nome da criança, tá?

Caso não seja possível deixar na porta da escola... posso pedir a minha mamy's belíssimas Helena para pegar a lista e deixar lá em casa... Aí todo mundo deixa lá e ela entrega em dezembro. Mas olhem só: vocês tem um mês para colocar o plano em prática! Então, mexam os quadris e mãos aos livros!!!

A cartinha é obrigatória!  Vocês sabem a importância disso para uma criança??? 

E vocês já imaginaram quantas crianças não ganharão presentes no Natal? Vamos fazer o bem sem saber a quem... eu já sei que livro meu amiguinho vai ganhar! E já pensaram se esse plano dá certo e outras séries sejam beneficiadas???

E se a onda pega e Formiga ganha uma livraria? É, vale a pena sonhar. Mas o melhor ainda é colocar os sonhos em prática.E um sebo com livros bem baratinhos?


Pra você que não é de Formiga: que tal colocar o plano em prática na sua cidade? ou na sua casa com seus irmãos, afilhados, sobrinhos, filhos????

Quem se habilita? Eu vou dar 3 livros! E você???
18 de nov de 2011

Espaços públicos... hã???



Flores e Cravos,

o grupo PORO,  intervenções urbanas e ações efêmeras, cria cartazes maravilhosos! E o melhor... abrem mão dos direitos autorais para que VOCÊS possam sair por aí com seu cartazinho!!!

Mas oh,  não é pra sair por aí colando em qualquer lugar! Colem os cartazes em casa, nas lojas, restaurantes, enfim, espaços que aceitarem participar dessa conscientização social.

O espaço público foi feito para ser uma referência cultural,um lugar para troca de idéias. Enfim, socialização.Chega de interioriação!

segue site do grupo:
http://poro.redezero.org/ver/cartazes/

Bom divertimento!

PRONTOS PARA A SINESTESIA ANTROPOFÁGICA???

Bom, antes de mais nada, é preciso explicar como isso tudo aconteceu...

Sou advogada, gestora cultura e bailarina. Nasci em Formiga e hoje vivo em BH. Trabalho com Direito Cultural e empresarial.
Sempre me disseram que eu vivo no "mundo da lua". Quase larguei tudo para viver só de arte. Mas aí vieram as contas pra pagar e eu vi que é quase impossível viver exclusivamente com arte no Brasil. Achei uma área interessante no Direito e me especializei em gestão cultural. Agora me preparo para uma nova pós em crítica cultural e um vestibular para antropologia. Sim, eu adoro estudar.
Mas nem só de estudos vive essa pobre mortal! Como sou louca com cultura, me tornei um verdadeiro piolho de teatro e espaços culturais. De sexta a domingo, meus dias são dominados pela arte.
Eu não quero apenas fazer parte de um público pagante. Quero mais que isso.  Quero colocar a "mão na massa" e irradiar essa cultura que me cerca. Sim, eu realmente vivo no "mundo da lua", mas garanto que não vejo impossibilidades de levar a lua até vocês!
Precisamos sim, de arte, de espaços públicos dominados e adaptados pela cultura, de prédios antigos conservados, de teatros, danças, circo, poesia, livros... Enfim, não fomos feitos para ficarmos sempre na frente da tv com um mundo gigante à nossa volta! Vamos alongar essa coluna, mover os joelhos, colocar a cabecinha pra pensar e viver a sinestesia de uma forma antropofágica!
Eu quero e vou em frente. Eu fui catequisada e consegui fazer meu próprio carnaval.

E numa discussão no facebook com amigos formiguenses, sugeri um blog para troca de idéias, manifestações e criações culturais. 
Então, está aqui minha nova cria !! (lembrando que violência verbal é perda do juízo mental!).
Sim, tenho projetos que querem sair da utopia! Tenho projetos para Formiga (e olha que lá tem um potencial enorme!).
Bom, fica dado o recado!!! E aguardo visitas, comentários, sugestões...
Que venha a arte!

e para começar a botar um fogo sinestésico na fogueira, segue um link com o MANIFESTO ANTROPOFÁGICO, do grande escritor OSWALD DE ANDRADE!
http://www.lumiarte.com/luardeoutono/oswald/manifantropof.html